O Primeiro Portal de Relações Públicas da Bahia

Editora-chefe:
Márcia Carvalhal

Colaboradores:
Dr. Roberto Porto Simões
Ms. Carolina Terra
Ms. Roberto Fonseca Vieira
Pedro Souza Pinto

Conselho Editorial:
Ms. Cida Ferraz
Marcello Chamusca

Comissão Científica :
Dr. Fábio França
Dr. Wilson Bueno
Dra. Maria José C. Oliveira
Dr. Marcial Murciano
Dr. Gerardo Albarrán

Diagramação:
Marcello Chamusca

Edições anteriores:
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

 

Transformando (para melhor) a realidade das Relações Públicas no Brasil

Desde fevereiro do ano corrente se encontra em andamento uma campanha nacional de valorização da profissão de relações públicas em nosso país. De lá para cá, tem ficado claro para quem é do meio que a realidade da profissão no Brasil já esboça uma outra face. Entidades muito mais participativas, profissionais mais dispostos a irem à luta e saírem do desestímulo em que estavam mergulhados há décadas, iniciativas de estudantes e profissionais surgem aos montes espalhadas por esse nosso imenso e continental país.

Têm sido comum, dada a recorrência em textos dos articulistas da área, comentários sobre a nova atmosfera em que as relações públicas estão inseridas na atualidade e o quanto por sua vez tem avançado no contexto nacional, sem contar com o respeito cada vez maior que tem adquirido entre os colegas de outras sub-áreas da comunicação: jornalistas e publicitários. Tudo isso se acredita que seja reflexo deste novo contexto nacional e dessa atmosfera propiciada pela grande mobilização nacional que tem sido articulada a partir da campanha de valorização da profissão.

A campanha em si tem limitações muito grandes, visto que é auto-financiada por apenas dois estudantes. Isso é fato. Mas não há como negar que fomentou uma movimentação nacional, incentivando a comunidade a participar, provocando, instigando os profissionais a saírem da inércia e partirem para a luta, convocando as entidades representativas de classe a se posicionarem publicamente, mostrando a força que todos esperam que elas tenham. E graças a esse novo posicionamento público, as nossas entidades têm emudecido muitos críticos mais irresponsáveis, uma vez que agora o que se faz, a comunidade fica sabendo e, consequentemente, valoriza.

A transformação (para melhor) da realidade das relações públicas no Brasil, portanto, já está em andamento, ainda que muitos não tenham se dado conta disso até então. Assim, cabe a cada estudante, a cada profissional dar a sua parcela de contribuição nesta luta, ampliando a sua participação e potencializando a atmosfera positiva em que se encontra hoje a profissão de relações públicas no nosso país. Esta publicação se orgulha muito de fazer parte disso e ser um dos atores ativos deste processo de transformação.

 

Portal RP-Bahia Capa Opinião Entrevista RP em Foco Especial do mês Espaço do Internauta Entre em contato Espaço do Internauta Artigos acadêmicos Especial do mês RP em Foco Entrevista Opinião Capa